Ciência 15/09/2020 08:53

Há mais vírus na terra do que estrelas no céu, dizem os cientistas

Estima-se que haja mais vírus na Terra do que estrelas em todo o universo.

Estima-se que haja mais vírus na Terra do que estrelas em todo o universo.

A informação pode soar assustadora em meio a uma pandemia viral, e muitos cientistas de fato preveem novas pandemias, potencialmente tão ou mais destrutivas que a da covid-19 em um futuro não muito distante.

Mas a ciência também faz uma ressalva: as pesquisas com os vírus conhecidos até o momento apontam que menos de 10% deles fazem mal aos humanos.

A grande maioria, na verdade, não causa problemas de saúde e várias espécies foram e são essenciais para o surgimento e manutenção da vida no planeta. Algumas, inclusive, nos protegem de doenças bacterianas.

Os números por trás das comparações são grandiosos: a estimativa é de que existam no planeta um nonilhão (o algarismo 1 seguido de 30 zeros) de vírus individuais (como há 7 bilhões de humanos), pertencentes a 6,5 mil espécies já catalogadas e a centenas de milhares de outras que sequer são conhecidas até o momento, explica à BBC News Brasil o biólogo e virologista Rodrigo Araújo Rodrigues, da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Ricardo Rosado

Descrição Jornalista