Governo do Estado 29/07/2020 05:26

A estrada do Melão será concluída até setembro, anuncia o Governo

As obras de construção e pavimentação da RN-015 (Estrada do Melão III), que no início do ano foram suspensas devido à intensidade das chuvas, estão avançando.

As obras de construção e pavimentação da RN-015 (Estrada do Melão III), que no início do ano foram suspensas devido à intensidade das chuvas, estão avançando.

A via que liga a cidade de Baraúna à BR 437, no trecho conhecido como estrada do Cajueiro, já está 31,5% concluída, faltando a execução da obra da base, capa de rolamento e sinalização definitiva de 9, dos 19 quilômetros de extensão total.

A obra será entregue em setembro deste ano.

 A rodovia é estratégica para a economia da região e vem recebendo a intervenção do Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagens (DER RN) e do Projeto Governo Cidadão, a partir de recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial no valor de R$ 18,7 milhões. 

 “É pela Estrada do Melão que parte da produção das cadeias econômicas da região escoa. Daí a importância econômica dessa obra. Essa intervenção faz parte de nosso projeto de desenvolvimento econômico do Estado, com foco em quem vive no interior”, pontuou a governadora Fátima Bezerra.

 O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, destaca que, apesar de a maior parte das forças estar direcionada ao combate da crise sanitária causada pelo novo coronavírus nesse momento, há também o cuidado e grande preocupação com a economia potiguar por parte do Governo do RN.

 “Desde o ano passado, estamos desempenhando um  trabalho forte com o objetivo de destravar essa obra, que teve de ser paralisada por falta da dominialidade e por erros no projeto. Problemas herdados pela gestão anterior, que conseguimos solucionar para que as obras avançassem. Esse é o resultado da união e integração das pastas e autarquias, que desde o início de sua gestão, a governadora Fátima nos pede. Dessa maneira, estamos trabalhando para a preservação dos empregos e para que municípios e regiões continuem se desenvolvendo”, pontuou Mineiro.

Para garantir a manutenção da execução das obras em meio à pandemia do coronavírus, a Construtora Luiz Costa (CLC), empresa executora do serviço, firmou um termo de compromisso com o Executivo estadual para se adequar às normas de combate à Covid19.

A CLC está se empenhando em manter seus colaboradores trabalhando dentro do distanciamento de segurança, disponibilizando pia, sabão líquido e álcool em gel 70%, com a obrigatoriedade do uso de máscaras. As medidas devem perdurar até o fim da situação de calamidade pública decretada pela governadora Fátima Bezerra (Decreto n°29.534) em 19 de março de 2020.

Fonte e foto: Assessoria

Ricardo Rosado

Descrição Jornalista