Governo do Estado 24/07/2020 04:31

Governo assina ordem de serviço para iniciar as obras da estrada da Produção

A empresa CLC Construtora recebeu nesta quinta-feira (23), em uma reunião virtual, a ordem de serviço para começar as obras da Estrada da Produção, em São Gonçalo do Amarante.

A empresa CLC Construtora recebeu nesta quinta-feira (23), em uma reunião virtual, a ordem de serviço para começar as obras da Estrada da Produção, em São Gonçalo do Amarante.

Reconhecida por sua importância econômica para a Região Metropolitana de Natal, a rodovia terá 12,9 km de extensão e, quando pronta, vai facilitar o escoamento da produção agrícola, transporte de mercadorias e deslocamento de pessoas, além de dinamizar o turismo.

O investimento do Governo do Estado é de R$ 16 milhões, com recursos do Banco Mundial.

Diversas questões ambientais circundam o processo, devido à nova rodovia cortar parte da zona rural do município. Intervenções na fauna e flora da localidade serão realizadas para erguer a estrada, e por isso Banco Mundial, Núcleo Ambiental do Governo Cidadão, Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) de São Gonçalo do Amarante e Idema estão acompanhando de perto o processo e participaram ativamente da reunião de hoje.

As especialistas do Banco, Kátia Medeiros e Maria Inês Miranda, fizeram diversas recomendações à empresa responsável, ao Governo Cidadão e Prefeitura de São Gonçalo.

“Além do Manual Ambiental de Obras, disponibilizamos um documento do Banco Mundial, que foi adaptado especificamente para as condições da Estrada da Produção, que contém as especificações técnicas socioambientais para obras rodoviárias, para orientar a todos como proceder”, pontuou Kátia.

Serão feitas duas intervenções, sendo o primeiro trecho de 7,9 km, ligando a sede do município ao distrito de Serrinha (entroncamento do acesso sul ao Aeroporto e ao entroncamento da RN 312).

O segundo é um ramal que vai até o distrito de Boa Vista, com 5 km de extensão.

O investimento se dará por meio do projeto Governo Governo Cidadão e Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Fonte: Assessoria

Ricardo Rosado

Descrição Jornalista